Ajuda

PERGUNTAS FREQUENTES

Abaixo selecionamos algumas perguntas mais frequentes que possam surgir com relação a finalidade e funcionamento do Fundo Patrimonial FEAUSP. Caso sua dúvida não seja abordada abaixo, não deixe de entrar em contato com direto com a nossa equipe clicando aqui.

 

1.   Qual será o destino dos rendimentos do Fundo Patrimonial FEAUSP

Conforme nossa missão e visão, os principais objetivos do Fundo Patrimonial FEAUSP concentram-se em proporcionar à FEAUSP o atendimento das finalidades de ensino, pesquisa e extensão, por meio da adequada mobilização de recursos humanos, financeiros e materiais. Para isso, o Fundo atuará segundo a ordem de prioridade dos programas oferecidos, de acordo com a disponibilidade de recursos.

Para mais informações, clique aqui.


2.   Como são geridos os investimentos do Fundo Patrimonial FEAUSP?

Os investimento do Fundo estão sob os cuidados do Comitê de Investimento, cuja responsabilidade é de manter, administrar e investir os recursos arrecadados por meio das doações de forma responsável que garanta a sustentabilidade do projeto. Os membros do Comitê serão eleitos pelo Conselho Curador, dentre pessoas comprovadamente idôneas e com formação, notório conhecimento e/ou experiência profissional, preferencialmente nas áreas de administração, economia, atuária ou contabilidade e com experiências nos mercados financeiros, de capital ou gestão de ativos.


3.  Como será o modelo de gestão do Fundo Patrimonial FEAUSP?

A Diretoria Executiva é responsável pela gestão do Fundo Patrimonial FEAUSP. Seguindo o termo de relacionamento das fundações com a USP, ela poderá contratar uma equipe operacional para viabilizar suas ações e rotinas.


4.  Quem fiscaliza a atuação do Fundo Patrimonial FEAUSP?

A fiscalização é um dos fatores que contribuem para a manutenção da credibilidade. O Fundo é fiscalizado pelo Conselho Fiscal, formado por professores da FEA, Conselho Curador e Ministério Público. A consolidação dos resultados será publicada em relatórios, que deverão serem entregues até o dia 30 de Abril ao Ministério Público, e estes estão submetidos a uma auditoria externa anual.

Conforme nossa missão e visão, os principais objetivos do Fundo Patrimonial FEAUSP concentram-se em proporcionar à FEAUSP o atendimento das finalidades de ensino, pesquisa e extensão, por meio da adequada mobilização de recursos humanos, financeiros e materiais. Para isso, o Fundo atuará segundo a ordem de prioridade dos programas oferecidos, de acordo com a disponibilidade de recursos. Para mais informações, clique aqui.


5.  Quais as previsões para colher os resultados?

O início de um fundo é algo bastante delicado, pois é depositada uma expectativa elevada e o montante acumulado é insuficiente para gerar os benefícios no curto prazo. Em nossa expectativa conservadora, acreditamos que após dois anos de mobilização de recursos será possível iniciar a colheita dos resultados, ainda que modesta. Até lá, os rendimentos serão reinvestidos no fundo.


6.  O Fundo poderá alterar alguma outra fonte de recursos que a faculdade já possui?

Não, pois todos os projetos de utilização dos rendimentos do Fundo Patrimonial FEAUSP visam à criação de ações não existentes, como Bolsa de Estudo, e a complementação de ações já existentes - Bolsa Biblioteca e Bolsa Intercâmbio -, sem substituir as fontes de recursos já utilizadas.

Para mais informações sobre o destino dos rendimentos do Fundo Patrimonial, clique aqui.


7.  Outros projetos de utilização dos rendimentos do Fundo Patrimonial FEAUSP, além dos já existentes, poderão ser propostos?

Outros projetos, que estejam de acordo com as finalidades do Fundo Patrimonial FEAUSP - descritas no Estatuto Social -, poderão ser apoiados pelo Fundo. No entanto, o projeto precisa passar por um processo de aprovação pela Governança do Fundo Patrimonial FEAUSP e se enquadrar dentro da estrutura de prioridades. Para consultar o Estatuto Social, clique aqui.


8.   Qual o modelo de Governança do Fundo Patrimonial FEAUSP?

A estrutura de Governança do Fundo Patrimonial FEAUSP é composta pelo Conselho Curador e Diretoria Executiva, contando com a supervisão do Conselho Fiscal, auxílio do Conselho de Relacionamento Institucional e velamento do Ministério Público. As principais atribuições de cada um dos órgãos internos estão listadas no Estatuto Social, sendo, ainda, regulados pelo Regulamento de Governança Institucional.


9.  Como eu posso ajudar no crescimento do fundo?

Na governança do Fundo há a possibilidade de atuação por meio do Conselho de Relacionamento Institucional, que possui o papel importante de representar os doadores. Entretanto, todas as formas de auxílio são bem-vindas. Entre em contato clicando aqui.


10.  Qual a política de divulgação das contas do Fundo Patrimonial FEAUSP?

A política de comunicação do Fundo Patrimonial FEAUSP visa à manutenção de um forte compromisso de transparência da gestão com todos os seus doadores. Deste modo, serão publicados regularmente os resultados de: Captação, Investimentos, Projetos e Demonstrações Financeiras. Para ter acesso a esses documentos, clique aqui.


11.   Por que escolher  árvores como símbolos das cotas?

As árvores são conhecidas por representarem crescimento, desenvolvimento e sustentabilidade. Sendo assim, ter uma arvore como símbolo permite uma excelente analogia para os ideais do Fundo Patrimonial FEAUSP.


12.  Quais são as formas de contribuição para Pessoa Física?

As doações de Pessoas Físicas podem ser feitas de três formas diferentes: pontualmente, que é feita apenas uma vez; com prazo definido, onde o doador define um número de meses para realizar a doação; e recorrente, que é definido um valor a ser transferido todo mês, esta última trazendo maior perenidade para o fundo0. Para mais informações, clique aqui.


13.  Qual é o modelo de captação para Pessoa Jurídica?

As doações de Pessoa Jurídica poderão ser feitas por duas maneiras previamente estabelecidas: Doação por Cotas e Programas de Bolsas, ou, ainda, por outra forma sugerida pelo colaborador. Para mais informações, clique aqui.


14.  Existe benefício fiscal ao doar para o Fundo?

Não, infelizmente não existe incentivo de política fiscal para esse tipo de doação. Existem discussões sobre leis que possibilitariam esse benefício, mas no momento não existe.